sábado, 2 de novembro de 2013

Ida e volta

Preciso dormir
Preciso, por um dia, dormir
Preparar-me como se fosse para sempre
Dormir acolchoada, enrolada
Como se fosse para nunca mais

Preciso dormir
Preciso que me esqueçam por lá
Preciso que sigam em frente, por um dia
E que, por esse dia apenas, me deixem para trás
Preciso dormir e de tal forma
Que no mundo deixe de existir a ideia de mim


Preciso dormir 
Dormir para respirar
Por um dia inteiro

Preciso dormir
Preciso de um sono sem sonhos
Sem som, sem imagem

Uma lacuna
Uma pausa
Um stand by
Uma suspensão
Um hiato

E ao acordar, quero tudo de volta
O peso do mundo sobre os ombros
Imagem e som
Technicolor e THX
Ar pela metade
O chão duro
A roupa quente
Corações para dar conta
Cerveja e salaminho
E o desejo de dormir outra vez



Nenhum comentário:

Postar um comentário